Condição:
Tipo:
Marca:
Modelo:
Ano:
de
a
Pés:
de
a
Valor:
de
a
Região:
* Utilize somente os campos desejados.
NOTÍCIAS NÁUTICAS

Onde é melhor guardar sua embarcação, em casa ou na marina?

Ter o próprio barco e navegar pelos belos destinos do país é um lazer cada vez mais buscado pelos brasileiros, mesmo em tempos de pandemia, já que depois da casa é um lugar seguro para se estar com a família. Porém, depois de adquirir o barco é hora de encontrar uma vaga estruturada para a guarda. Especialmente quem tem barcos de menor dimensão, de até 30 pés, algumas vezes prefere deixar em uma garagem ou em espaço de sua própria residência. Vale a pena ou não?

Para esclarecer o assunto, reunimos dicas de especialistas da Marina Itajaí, um dos principais complexos náuticos do país, sobre o que é importante observar ao escolher o melhor local para o armazenamento do barco, confira.

Frequência de uso 

Um dos aspectos que deve ser observado na hora de escolher guardar o barco em casa ou em uma marina é a frequência de uso. Uma marina oferece mais praticidade para as movimentações, ou seja, tirar e colocar o barco da água, o que facilita e torna prático os passeios longos ou de curta duração. A Marina Itajaí, por exemplo, oferece planos com no mínimo seis saídas para a água por mês. A movimentação através de equipamentos de alta tecnologia e acompanhamento técnico garantem proteção ao barco nos deslocamentos de chegada e saída ao hangar. 

Transporte do barco 

A facilidade de transporte é outra característica para ser observada já que em casa é preciso ter um carro e equipamentos adequados para rebocar o barco, o que pode ficar ainda mais difícil em caso de mau tempo. É importante levar em consideração ainda a gasolina gasta no trajeto, se a rampa fica próximo à sua casa e se há vagas para estacionar o carro e/ou a carreta no local de saída.  Opções de lazer na região de partida do barco como restaurantes também proporcionam uma melhor experiência, além de postos de combustível e conveniências. 

Custo

A maior vantagem de deixar uma embarcação em casa é o custo. Em casa, basta ter espaço sobrando para colocar o barco. Entretanto, na marina não há necessidade de rebocar o barco para colocar na água e, em alguns casos, o custo de movimentação está incluso na locação da vaga. No caso da Marina Itajaí, por exemplo, a partir de R$ 550, é possível guardar embarcações em vagas secas e o valor ainda inclui até seis saídas mensais para a água, ou seja, 12 movimentações. E, como sabemos que 'tempo é dinheiro', essa é uma facilidade que, dependendo do perfil do navegador, gera mais tranquilidade e tempo para passeio e diversão. 

Manutenções regulares

Ter uma embarcação exige manutenções preventivas e limpezas regulares, além de eventuais reparos assim como um carro. Por isso, caso a opção da guarda da embarcação seja em uma marina, é importante se certificar que o local conte com estrutura apropriada para a realização de serviços. 

Proteção e segurança

Em casa, a embarcação algumas vezes pode ficar exposta ao sol, vento ou chuvas. Por isso, mesmo que se coloque uma cobertura impermeável, tenha certeza de que o local está protegido de intempéries. No caso da Marina Itajaí a vaga seca é coberta e resguardada. Já as vagas molhadas têm fácil acesso pelo píer e estão em baía abrigada. Além disso, a empresa ainda oferece portaria e segurança 24 horas.


Fonte: Redação - Foto: Divulgação

js